sábado, 28 de novembro de 2020

Dia 4 de dezembro, dia do “Orientador Profissional”

     


    Dia 4 de dezembro, dia do “Orientador Profissional”

Lições professorais, de vida e convivência.

 

1-Ética

-Sim, é importante ler todos os livros clássicos do mundo, mas mais importante é praticar os ensinamentos. Ou, por ventura, é correto aprender certo e fazer errado?

à Homem, você pode desvendar o segredo das moléculas do vácuo, mas sem ética e decoro é um eremita social.

 

2-Honra

-Que vale o aluno ter nota “10” em matemática, português e “0” em honradez...?

à A honradez é o carro-motor que arrasta, para o estrelato, os vagões dos conhecimentos livrescos.

 

3-Honestidade

-Literatura e desonestidade devem ser imiscíveis qual o azeite e a água. Ou, quem é que lê livros para se deseducar?

à O livro da vida não tem páginas e letras, mas tem na aula “virtual” de honestidade uma das maiores lições de convivência!

 

4-Libertação

-Sem estudo é viver algemado na “escravidão de si mesmo”: o estudo é a “Lei Áurea” da libertação das amarras da ignorância. Quem não tem estudo trabalha muito e ganha pouco; quem tem estudo trabalha pouco e ganha muito.

à O estudo nos faz livres, “um viajante universal” em busca de escrever uma história triunfante, planejar sonhos e edificar realidades!

 

5-Responsabilidade

-Que vale ter bagagem de saberes, domínio de idiomas, leis, despontar para o mundo e não primar por atos e condutas responsáveis? Ou, eventualmente, a comunidade apoia, presta solidariedade ou alia-se a “gênios” irresponsáveis?

à Orientador, além do conteúdo das “Ementas”, lições de responsabilidade são imperiosas para estruturar os valores e desenvolver o caráter do aluno, pois é você o responsável por os tornar responsáveis!

 

Prof. Inácio Dantas

Do livro “Guia Prático do Professor” – www.agbook.com.br




segunda-feira, 23 de novembro de 2020

Aula #67 - Lima Barreto, Vida, obra e história

Aula # 66 - Dos Grilhões ao Quilombo

Branco, negro, amarelo, índio... Amor e tolerância entre as pessoas, isso é o que importa.


Branco, negro, amarelo, índio... Amor e tolerância entre as pessoas, isso é o que importa.

Atenção: Não permita seus olhos verem o semelhante pela cor da pele, mas sim pela cor da alma: translúcida, incorpórea - aliás, exatamente do jeitinho da sua!!!

1.Brigas? Confusões? Afaste-se delas. Paz, abrace essa ideia.

Há pessoas que diante de qualquer insatisfação destila gotas de ódio.  Irascível, traz a mente inquieta, a boca cheia de insídias, as mãos hostis. Por qualquer contrariedade engendra armações, ergue a voz, os braços para a briga. Sua paciência é impaciente, seu controle incontrolável...

Atenção, não se permita levar por um bolhão de ira repentino. Se pressentir que vai se enervar controle-se. E se estiver diante de alguém nervoso afaste-se!

Cada um de nós, embora sob o teto do mesmo dia, carrega seu fardo de problemas, cada qual com um volume, largura, peso... Entretanto, uns e outros, “pavio curto”, perdem o controle feito um trem que descarrila, joga a culpa no mundo e a reação vem em forma de agressividade.

Evite pessoas nesse estágio. Evite o confronto. E se acaso se aventurar e entrar em brigas, conheça bem seus pontos fortes: gavião que ataca serpente sabe as garras que tem. Tema, sempre, os revezes, pois brigas todos sabem como começam, mas ninguém sabe como terminam. E o bom senso diz que não se deve querer saber.

Levar ou não vantagens num confronto é um risco que você não deve correr. Por menor que seja traz prejuízos colossais - moral, físico, financeiro... Quantas cicatrizes são abertas e ficam acesas, às vezes para sempre, cortadas pela lâmina da violência.

Fale o idioma da paz! Pratique o gesto da paz!

Insatisfação? Nervosismo? Inspire o bendito ar da tranquilidade e não estrague seu dia por nada. Diante de qualquer embate fale o idioma da paz e esteja, sempre, cercado de amigos numa convivência feliz.

Brigas não resolvem problemas, aliás, agrava-os ainda mais. Portanto, evite-as. Não dispute com os músculos suas diferenças, e sim com os gestos da paz. Com isso você melhora seu dia, preserva seu bolso e seu estado físico...

>> 

1.Dê-se mais amor – E irradia amor para as pessoas à sua volta.

Você é a pessoa mais importante que conhece! Pode parecer uma afirmação bizarra, óbvia. E é. Entretanto, quantas vezes damos mais importância aos outros do que a nós mesmos? Quantas vezes priorizamos a solução dos problemas alheios secundarizando os nossos próprios?

Para si, é você que deve estar sempre em primeiro lugar. Então, faça um “pit stop” da máquina do seu corpo e por um momento deixe de lado as preocupações alheias, a correria louca, os atropelos sem fim. Volte-se para si, olhe o seu “eu” interior e exterior. Pense primeiro no seu bem-estar, em crescer, se desenvolver e evoluir intelectual, profissional e materialmente para, construída e assentada sua base estrutural, pensar naqueles que o rodeiam – e dependem de você.

Jamais se esqueça que é o gestor de si próprio. Você é o resultado dos seus pensamentos, atitudes e decisões. Por conseguinte, pense, aja e decida assertivamente. Não é nenhum favor que você se faz. Cuide-se, dê-se atenção, dê-se valor, dê-se afeto, ame-se. Trate de si, esteja no “topo” conceitual dos amigos e familiares, pois a energia da vida que pulsa dentro do seu corpo é sua.

Não pense nem queira consertar o mundo em um único ato. Faça as coisas com vagar, racionalmente, dentro dum tempo plausível, benfeitas e no limite das suas forças. Lembre-se, você é uma estrutura biológica suscetível ao cansaço, desgaste e “quebra”. Para estar bem para servir o próximo é importante, antes, estar bem para autosservir-se.

É imperioso estar, hoje e sempre, forte, em equilíbrio pleno, entusiasmado para os afazeres. Fuja do corre-corre, pensando e fazendo acontecer mil coisas, sendo enaltecido por bem cuidar dos outros, mas esquecido que tem alguém ainda mais importante para cuidar: você.

Dê-se todo amor que puder. Lute por ele. Quando alguém luta pelo amor o mundo assiste a dois vitoriosos. Inácio Dantas

Do livro “Semeando dias Felizes” – www.agbook.com.br

 

domingo, 15 de novembro de 2020

1.Livros, estudos, sucesso... Estudante, tenha em mente que:

   

Dia 17 de Novembro, dia “Internacional do Estudante”

    1.Livros, estudos, sucesso... Estudante, tenha em mente que:

1-O livro é um farol solar aceso na sua profissão; sua profissão é a luz a resplandecer na sua vida!

2-O feito espetaculoso de um professor é fazer da espetaculosidade dos livros uma aula espetacular...

3-Um livro modifica o leitor e este modifica o mundo ao redor. O poder que emana das páginas de um livro faz quem o lê poderoso!

4-Mestres, aulas, livros, pesquisas... Jovens devem estudar agora e captar a sabedoria. Na maturidade o sucesso virá em a praticar.

5-Estudo e sucesso são como flores e espinhos, belezas encarnadas um ao outro. O livro é a haste de onde, bonitamente, brota aos olhos o futuro do leitor.

6-A melhor escolha que um estudante faz é trocar a balada por um livro. Este é saudável, não contém contraindicações nem provoca efeitos colaterais...

7-O sucesso que se obtém com um livro não é igual ao sucesso num jogo: este é breve como neve ao sol, aquele é eterno quanto a própria existência!

8-O livro é o mapa que contém os pontos cardeais do sucesso no porvir. Porém, muitos estudantes o deixam fechado na pequena latitude de uma estante...

9-Cada livro lido é um degrau que se sobe para atingir o patamar das conquistas. Sem leitura e sem o saber o chão é sempre íngreme e a disputa acirrada por um naco de qualquer coisa...

10-Entre o estudante e o sucesso há um caminho reto, plano, bem definido, iluminado: o estudo. Mas, atenção!, no meio do caminho há um professor, há um professor no meio do caminho...

    

    2.Professor tenha em mente que:

    Livros, estudo, saber...

1-Professor, livros e estudo são a matéria-prima que é feita a sabedoria!

2-Professor: todo livro tem sabedoria, porém mais ler o supérfluo é menos saber o essencial...

3-Professor, o maior desafio num livro é orientar o aluno a desvendar os “segredos” das entrelinhas...

4-Professor, abra os horizontes da leitura em seus alunos. Quem lê tem todo um mundo de livros dentro de si!

5-Professor, para a completa visão da sabedoria, livro e aluno devem “conversar” olhos nos olhos um do outro!

6-Professor, leia, apronte-se para aos alunos ter o que dizer para, desaprontado, deles não ter que escutar...

7-Professor, dê aos alunos por arma um livro: sábio é aquele que, aos adversários impõe a derrota pelas palavras!

8-Professor, aluno que lê inscreve seu futuro na rocha do saber e ergue, em alicerces firmes, o solar da prosperidade!

9-Professor, não é meramente o aluno que inclina-se aos livros pelo saber, mas, efetivamente, é o saber que aos livros inclina o aluno!

10-Professor, incentive os alunos a ler - a leitura acelera a carruagem do conhecimento rumo ao pódio. Livros podem até não torná-los sábios, mas com certeza não os tornarão parvos!

Inácio Dantas

Do livro “Guia Prático do Professor” – www.agbook.com.br

 

  

sábado, 7 de novembro de 2020

Liderança é assunto sério. Por isso, você, líder, deve evitar:

   


Liderança é assunto sério. Por isso, você, líder, deve evitar
:

 

(Líder e seus liderados)

 

1-...Deve evitar infelicitar-se ante uma derrota. Ela é, não raras vezes, um aprendizado, uma ponte que se ergue para transição à vitória e à felicidade!

2-...Deve evitar indecisões nas ordens exaradas, ser contestado e deixar o funcionário decidir por si próprio.

3-...Deve evitar, sem razão plausível, que a mão-de-obra aplicada, mais a matéria-prima, tenha custo agregado superior ao valor de venda do bem produzido.

4-...Deve evitar ofender, discriminar ou demonstrar preconceito contra funcionários. Isso pode, a depender da gravidade, desencadear boicotes ou rebeldia entre os membros da equipe.

5-...Deve evitar gritar e pressionar exageradamente a produção, mal permitindo o funcionário descansar ou respirar direito. Isso pode até aumentar o volume da quantidade, mas certamente diminuirá o brilho da qualidade.

6-...Deve evitar dar uma ordem com medo, hesitação ou desconhecimento: é acabar de falar e ela será ignorada...

7-...Deve evitar descuidar-se com a produtividade da equipe. Funcionário que é movido pelos frescores da preguiça pouco a pouco descamba para a incompetência...

8-...Deve evitar a ocorrência de “bate-papo” em hora de trabalho. Em geral, setor onde muito se conversa sobre amenidades é setor que tem mais gente do que precisa e menos produção do que deve...

9-...Deve evitar julgar-se superior e insuperável nos conhecimentos, experiência e intelectualidade. Aquele que se julga super-homem não tarda e cai por terra derrotado pela criptonita do orgulho!

10-...Deve evitar perder a altivez e o pulso firme. Por isso, fale diretamente, em bom-som quando é preciso ser ouvido. Se precisar adular um funcionário para fazer um serviço é sinal que perdeu a voz de liderança.

11-...Deve evitar enervar-se, nem quando reclama de alguém, nem quando de alguém ouve reclamos. Há que manter-se sempre equilibrado, sereno, tranquilo. Resolver problemas requer esse trinômio como fundamento.

12-...Deve evitar distrair-se ou desviar os olhos do radar dos seus negócios. Mantenha-se “plugado”, atento. Todo sucesso mal administrado torna-se um fracasso bem administrado...

13-...Deve evitar olhares inverídicos. Nos seus negócios ou inter-relacionamento pessoal, mire o mundo à volta com um olhar verdadeiro. Saiba que não existe visão mais privilegiada do que aquela de alguém que está posicionado no topo da verdade.

14-...Deve evitar, num ambiente corporativo, agir com imaturidade. Brincadeiras com coisas sérias, piadas fora de hora, não cumprir horários e cronogramas, deixar para os outros atribuições que são suas, são alguns exemplos de imaturidade. Você pode até ser jovem para uma função adulta, mas, lembre-se, a conduta faz o homem. A imaturidade está mais nos pensamentos e nas ações do que na idade física.

Inácio Dantas

Do livro “Guia Prático do Líder”

www.agbooks.com.br ou www.amazon.com.br

 

 

domingo, 1 de novembro de 2020

Dia 05 de Novembro, dia da “Língua Portuguesa” - Educação: em mãos, a chave do sucesso.


Dia 05 de Novembro, dia da “Língua Portuguesa” - Educação: em mãos, a chave do sucesso.

A Língua Portuguesa, a “Flor do Lácio”, é nossa forma de se comunicar, educar e ser educado. Quando há domínio da língua, a comunicação flui com naturalidade, fácil e de imediata compreensão. Portanto, priorize na sua vida a Língua Portuguesa, e com ela a Educação. Afinal,  educação[1] é premissa basilar na vida do homem, uma escada que, passo a passo e degrau a degrau, subimos em direção ao sucesso!

Má comunicação - Mau profissional atrai mau profissional. Podemos ver esse fato acontecer todos os dias à nossa volta. Explica-se: o bom profissional não quer fazer parceria com quem vai desvalorizar seu trabalho e denegrir sua imagem. Logo, quem se aproxima do mau profissional, e faz parceria, é alguém não recomendável... As empresas, por sua vez, ao primeiro sinal de ter em seus quadros um funcionário desse naipe afastam-no de imediato.

O profissional que não mede suas ações, reações e comportamento perde a razão, o respeito, torna-se imponderado e ríspido. As pessoas no entorno se afastam e o convívio fica insuportável. E isso serve de alerta para que você no seu dia a dia jamais perca a verve da educação, mesmo sob pressão e diante de adversidades. Lembre-se, ao partir para atos de deseducação todos se afastarão e o deixarão só. Por outro lado, intramuros da corporação a “falta de educação”, ou comportamento que possa melindrar sua “Missão, Visão e Valores”, conceitos inalienáveis, mesmo que tenha uma “posição chave” logo é chamado para explicar-se aos superiores – e corrigir-se.

Boa comunicação - Bom profissional atrai bom profissional. Fatores como educação e cultura podem influenciar positivamente na contratação de um funcionário ou na concretização de um negócio. Na área corporativa, um bom profissional tem sempre, à sua volta, outros bons profissionais para compartilhar dificuldades e estudar soluções. Isso é um indutor de produção e ampliação de conhecimento.

Educação é o item primeiro no currículo do profissional que garimpa vitórias. É o que vai referendar os demais itens. Nas tratativas humanas, de qualquer nível cultural, a educação irradia um poder que supera as diferenças entre as classes sociais. O que não se consegue com a imposição consegue-se com a palavra bem articulada. A educação deve estar nos gestos, na expressão corporal, nas palavras, pois transmite tranquilidade e torna as inter-relações dóceis e cordiais.

Se você faz parte de equipes, entenda que é desnecessário usar o tacão físico ou verbal para ser ouvido e respeitado. Ao mostrar às pessoas a importância das suas orientações, e do serviço a ser feito, elas o ouvirão atentamente. Portanto, fale de forma natural, ressaltando o “como fazer” e o valor de um serviço bem feito. Usar formas educadas de se relacionar é ser acatado, não deixar dúvidas, ressalvas ou questionamentos. Some-se a isso que, além de tornar harmonioso o ambiente, há um reflexo positivo por toda a empresa, expressando números importantes no balanço final.

Portanto: Fale bem, ouça bem, bem compreenda e bem faça-se compreender. A Língua Portuguesa está acessível a todos que pretendem fazer a palavra ter poder!

Inácio Dantas

Do livro “Lições para o Autoaperfeiçoamento Profissional”

www.agbook.com.br



[1]“Educação nunca foi despesa. Sempre foi investimento com retorno garantido”. (Sir Arthur Lewis)

segunda-feira, 10 de agosto de 2020

É momento de retomada da vida – e dos negócios. Com segurança na saúde, sempre! Então a “partida” para a maior competição da sua vida: sua prosperidade!

 

É momento de retomada da vida – e dos negócios. Com segurança na saúde, sempre! Então a “partida” para a maior competição da sua vida: sua prosperidade!

O surto da pandemia está amenizando. A vacina para imunizar contra o Covid-19 está em fase final de testes, e breve será aplicada à população. É momento de “arregaçar as mangas” e girar em 180 graus a vida, olhando pelo para-brisa da vida, jamais pelo retrovisor. “Bora lá”, com todos os cuidados com sua saúde e dos outros, é momento de competir pela sua prosperidade!

Para obter a consagração lá na frente, num certo instante da vida, dê a “partida” agora. Não hesite nem se deixe ser pressionado pela carência das necessidades: nesse estágio age-se irracionalmente e o resultado pode ser adverso.

Incite-se para competir, seja em algo novo ou aperfeiçoar o velho. Mexa-se. Membros e cérebro, usados coordenadamente, com inteligência e tendo por ponto de apoio o trabalho, são alavancas que movem projetos e sonhos.

Quer exemplos?

*Vendas pela Internet (Facebook, Instagran, Youtube, Watts Up...)

-Hoje vendem-se coisas, roupas, louças, calçados, eletrônicos... Vendem-se alimentos pré-fabricados, doces, bolos e toda miscelânea de pratos dos mais variados gostos e sabores... Milhares de pessoas competem “pra valer”, fazem bons negócios e alavancam a prosperidade.

Então, arregace as mangas você também!

O corpo é uma arquitetura flexível - a vida um processo dinâmico. Os recursos são escassos, as necessidades ilimitadas. Compatibilizar adequadamente essas variáveis é produzir riquezas. Tudo que é útil, e feito com qualidade, é objeto de procura com régio prêmio ao suor e empenho.

Trabalhar é uma competição honrada. E quem não tem apetite para competir vive com necessidades e ausência de vitórias!

Onde há competições há sonhos a sonhar, lutas a lutar, realizações a realizar. A “aldeia global” tem um espaço VIP para os vencedores - e o seu lugar o aguarda. Competir faz parte da gênesis humana. As competições são milenares, aos milhares; os laureados somente os que tiverem a benemerência.

Nade contra a maré das indecisões e alcance a terra firme das realizações. Conclua que a soma do esforço, criatividade e persistência têm por resultado a prosperidade. E a prosperidade é o fruto abençoado que brota da semente do trabalho!

O pódio é feito de três degraus, um deles pode ser seu. Ligue o motor da sua resolução e “dê a partida”. Mova-se, entre no time dos competidores e busque o lugar mais alto, o degrau da prosperidade!

Não espere os acontecimentos, faça acontecer!

Boa saúde, bons negócios, boa prosperidade!

Prof. Inácio Dantas