sábado, 3 de abril de 2021

Derrota de hoje, alavanca impulsionadora para um amanhã de vitórias!


Derrota de hoje, alavanca impulsionadora para um amanhã de vitórias!

Vivemos um momento de grandes adversidades, enfrentamentos complexos, onde temos de ser ágeis e abnegados para superar os problemas e alcançar vitórias. Mas, as derrotas podem surgir, pois faz “parte do jogo”, então o que fazer? Persistir. Recrudescer as forças e ir em frente é preciso. Lutar sempre. Desistir? Jamais!

Derrota é contingência de uma disputa. Ninguém chega ao estrelato sem antes passar sufoco e flertar com ela. Seja uma simples competição ou um complexo jogo no mundo business, vencer ou não são alternativas de quem compete. Para tal, há que ser “o mais hábil”, o “mais capaz”, o “mais forte” e estar atilado, tanto para o laurel quanto para a derrota. Logo, descarte autoimputar-se inábil, incapaz ou fraco. Por certo você é um player que tem cabedal para vencer, além de esforço titânico. Porém, se a vitória não vem, assimile o baque e reapronte-se para nova disputa.

Muitas vezes a derrota nos ensina e cria em nós uma segunda pele, nos blinda e nos recrudesce a coragem para embates futuros. Ao sabermos onde erramos ou fraquejamos, em novas investidas nos corrigimos e nos qualificamos para vencer.

Somente quem não compete desconhece a possibilidade da derrota. Ou acaso há algum competidor onipotente, que vence sempre? Todos esses estão suscetíveis às lágrimas do revés. Grandes vencedores - esportistas, artistas, empresários ou mesmo pessoas comuns -, já assistiram, da arquibancada, adversários com o sorriso largo de vencedor.

Extraia lições das derrotas e aprenda com elas. Em geral, são os remédios amargos que produzem excelentes efeitos. Não caia na eterna lamentação de que “poderia ter feito melhor”, “que faltou sorte” etc. Agite o espírito empreendedor, pense progressivamente, pegue firme nas rédeas da disputa e impulsione-se para vitórias maiúsculas!

Se você acha que lutou, e nada mudou, em verdade não foi luta, mas um breve espasmo de desprendimento de forças. A luta, dedicada e aguerrida, provoca mutações nas coisas e nos cenários à volta. Quando isso muda é porque você mudou e as fez mudar. Pense nisso!

Prof. Inácio Dantas

sábado, 27 de março de 2021


Nesse momento de Pandemia, devemos pensar antes de agir, e não agir antes de pensar...

A cada ação uma reação: o que damos para a vida, da vida recebemos!

 

Quantas vezes laboramos o dia inteiro, extenuadamente, “fazendo por fazer” nossas obrigações, “nervos à flor da pele”, desejando que as horas voem para que, quem sabe ao nascer de um novo sol as coisas mudem e tudo melhore? Com esse desejo lembrado nos esquecemos de algo precioso: o dia que perdemos. E um dia perdido é um dia a menos vivido, um dia desperdiçado, uma conta a menos no fio do pequeno rosário de nossas vidas.

Da vida recebemos o que damos a ela. Se dermos paz recebemos sossego, se dermos sorrisos recebemos alegria, se dermos trabalho recebemos riquezas. Nossos atos, palavras e estado de espírito é matéria-prima que amalgama-se e constrói o suave transcurso dos nossos dias. E para nós termos o melhor, devemos dar o melhor de nós.

Viver num ritmo desordenado, frenético, atropelando tudo à frente e polemizando por questões vãs, é aquecer o termômetro do nervosismo e empanar o brilho do dia. E ao repetirmos diuturnamente esse gesto acabamos por abreviar sensivelmente nossa qualidade de vida.

“Cabeça fresca”, “ideias airadas”, “nervos em repouso”, conversar e interagir pacienciosamente para resolver discórdias, com equilíbrio e bom trato são formas de deslindar diferenças e permitir-se saborear a boa convivência. E assim fazer com que cada minuto seja ótimo, as horas excelentes, os dias espetaculares.

Ação e reação. A vida pode ser mil hastes, com espinhos longos, agudos, encurvados - ou das rosas imitar o frescor, aroma, beleza e cor; pode ser o joio a contaminar os grãos de trigo - ou ser o fermento para os pães dos nossos dias. A escolha é sua, é nossa, mas, lembre-se sempre, faça da sua vida uma companheira, jamais uma adversária!

Amigos, cuidem bem dessa preciosidade chamada vida. Ela é única, frágil, efêmera, irrenovável. Deguste saborosamente cada dia da sua hospedagem por aqui. Seja e faça seus semelhantes felizes!

 

Prof. Inácio Dantas

Do livro “Semeando dias felizes!”

 www.agbook.com.br

 

domingo, 21 de março de 2021

As palavras podem construir ou destruir relações. Domine-as, ou será dominado por elas!


As palavras podem construir ou destruir relações.

Domine-as, ou será dominado por elas!


Vivemos um momento crucial, de pouca paciência para falar – e ouvir. A pandemia fez novos paradigmas nas relações humanas e, a qualquer palavra mal expressada, inconsciente ou não, o pavio de um conflito pode ser aceso. A sugestão é: domine as palavras ou será dominado por elas!

Cuidado, palavras mal expressadas, quando saem da boca em direção aos ouvidos alheios são iguais um raio em alta-voltagem que cruza o ar sem rumo: onde cai faz estrago. Para evitar “acidentes”, tenha a língua domada e a boca guardiã. Não seja daqueles que o que fala não se escreve e o que escreve não se fala...

Dose a intensidade da voz, dê fluência às palavras em consonância com o raciocínio, de forma construtiva, que enalteçam qualidades, virtudes e transmitam paz. Faça suas palavras impactar. Evite termos chulos, frases capciosas e abordagens fora do tema.

Se você for de falar pouco, fale em bom-som, com embasamento, transmitindo o fato ou a ideia com nitidez. O que é importa não é o quanto se fala, mas o que se fala. E a boa palavra constrói, une ideais, aproxima pessoas heterogêneas em projetos homogêneos. Todos se entendem em harmonia, no bojo de um só objetivo.

Não fale o que não sabe, não afirme o que não tem certeza, não diga conhecer o que desconhece. Preserve-se. Você pode ser contestado, suas teses derrubadas e entrar numa “saia justa”. Faça com que, ao o ouvirem, silenciem e deem atenção ao que diz. Entenda que as boas palavras plantam as vigas sólidas da amistosidade e erguem o vistoso edifício da evolução pessoal.


A palavra certa na hora certa tem força contundente e eficiência imediata. Dizer o que deve ser dito – e ouvido -, provoca reflexões e concordâncias. Para impactar plateias nas suas falas, tenha em mente, antes, a palavra certa. Assim você será ouvido, compreendido e aplaudido.

 Prof. Inácio Dantas

Do livro “Você, líder do seu sucesso!”

www.agbook.com.br

domingo, 7 de março de 2021

#1V - Vídeo (1) de Frases Filosóficas de Inácio Dantas -


O autor produziu mais de 15.000 frases e citações, que estão por diversos livros editados por grandes editoras nacionais (Vozes, Paulus, Clube do Livros)..

São 41 obras (incluso livros didáticos, romances, poesias (sonetos), autoajuda, empreendimentos/liderança, sublimes, amor... etc

Confira: www.agbool.com.br
www.amazon.com.br
www.paulus.com.br
www.vozes.com.br

sexta-feira, 26 de fevereiro de 2021

“Filosofia da Razão” – Professor, instrua o aluno...

 Vivemos um momento de novos conceitos éticos, sociais e morais. Ouvir – e responder – a voz da razão, sobretudo a instruída por nossos Professores é importante e imprescindível.

“Filosofia da Razão” – Professor, instrua o aluno...

2-...instrua-o que quem tem Razão tem a "bala de prata" jurídica para enfrentar oponentes e vencer qualquer litígio.

3-...instrua-o que, quem tem Razão leva o adversário à lona, no primeiro round, com o gancho certeiro da verdade!

4-...instrua-o que evite, para ter Razão, entrar em "briga" não estando certo, e, tendo Razão, sair da "briga" não estando errado...

5-...instrua-o, por qualquer meio, jamais afrontar a voz da Razão: ela pode cambalear e cair, mas logo se levanta triunfante!

6-...instrua-o a não tomar partido com quem não tem Razão, pois pode tardar, mas “ele” cairá vencido e você cairá junto...

7-...instrua-o que pense e aja circunscrito às fronteiras da Razão. Viver é assim, não existe paz sem ter Razão, nem Razão se não existir paz!

8-...instrua-o a nunca tomar para si a Razão que é de outro. Disputar a Razão é imã da confusão, pois “o outro” não hesitará em querê-la de volta...

9-...instrua-o a praticar ações, em nível e prumo, na exata estreiteza da Razão. Quem avança, e excede limites, não tarda é punido pela espada da justiça!

 10-...instrua-o que podem duas pessoas ter razão sobre algo a mil metros de distância um do outro: visões iguais, podem descrever a esfera, calor e luz do sol sob perspectivas diferentes.

Inácio Dantas

Do livro “Guia Prático do Professor” – www.agbook.com.br

(São 85 temas e mais de 830 citações filosóficas INÉDITAS para um melhor relacionamento Professor & Alunos)

 

 

terça-feira, 9 de fevereiro de 2021

Dia 14 de fevereiro, Dia Mundial do Amor!


Dia 14 de fevereiro, Dia Mundial do Amor!

Apesar da pandemia, sempre há um tempinho para amar, para encontrar-se com seu amor e viver momentos de paixão e ternura... Mas o que é o amor?

O Amor é...  (Você, sua vida e a pessoa amada...)

 

1-...O amor é a sublime felicidade de ter quem ama e ser tido por quem é amado!

2-...O amor é a moeda afetiva que se paga o bem recebido e se recebe pelo bem-fazer.

3-...O amor é um livro que se lê a dois: as lições para você ela ensina, e com você ela aprende...

4-...O amor é, pelos caminhos do coração da pessoa amada você chegar ao seu próprio coração!

5-...O amor é como o anzol na carne: pouco difícil de entrar, e depois que entra, fácil pouco de sair...

6-...Amor é o sol do amanhã, carruagem da felicidade: ele lhe mostra o caminho, seu coração o conduz!

7-...O amor é o que nos eleva à sutileza do paraíso dos céus. Sem o amor desceríamos ao báratro das brutezas terrenas!

8-...O amor é o cordão umbilical da vida: une dois espíritos numa só entidade espiritual e dois corpos numa só massa corpórea.

9-...O amor é um combustível de alta octanagem que faz ribombar os pistões da máquina que impulsiona as válvulas do coração...

10-...Ao amar você alimenta a pessoa amada e do amor dela é alimentado. Amor é o pão do corpo, nutriente da vida, alimento que se multiplica ao dividir-se!

11-...O amor é a chave mágica que destranca os ferrolhos dos portais do universo!

12-...O amor é uma joia de brilhantes cravejada de miríades de pepitas d’ouro de mil quilates...

13-...O amor é o primeiro entre as sete maravilhas do mundo, pois não foi a mão do homem quem o fez, mas a do Criador!

14-...O amor é o idioma entre anjos e Deus, fluído interligando mater, pater, filius. O amor é o parto da humanidade, Gênesis da vida!

15-...O amor é a densidade que nos faz pluma, a loucura que nos faz sãos, uma queda para o alto, e, lá no fundo a felicidade, nós mesmos nos empurrando para o abismo…

Inácio Dantas

Do livro “Amar é... Pequena bíblia do Amor” – www.agbook.com.br

 

domingo, 27 de dezembro de 2020

#27 - Podcast: Boa conduta, referência social.


O que "você se mostra ser" é o que conta, e não o que conta é quem "você diz que é"... Atenção: há uma diferença entre atos, gestos e palavras e narrativas...

quarta-feira, 23 de dezembro de 2020

#26 - Podcast: Capricho e esmero, receita para obras-primas e best-selles


Você faz seus trabalhos sem capricho, zelo, dedicação, então é hora de mudar paradigmas. É com capricho, esmero e amor ao que faz que as "coisas acontecem", que você produz as obras mais incríveis e geniais. Pense nisso!

segunda-feira, 21 de dezembro de 2020

#78 - Podcast "Autoconfiança"


Viver é uma olimpíada a céu aberto, são bilhões de competidores para poucas vagas e as competições (re)começam todas as horas... Autoconfiança é sua arma para entrar em ação, IR, VER e VENCER!

sábado, 19 de dezembro de 2020

Natal, celebração Cristã. Momento de pedir a Deus amor, saúde, união e paz mundial!

 Natal, celebração Cristã. Momento de pedir a Deus amor, saúde, união e paz mundial! 


     Exaltação a Cristo no dia do Natal

 

É Natal!

Uma estrela-nova brilhou na curvatura do céu de Jerusalém prenunciando um novo tempo: Jesus Cristo nasceu, O filho do Homem, O ungido do Verbo Divino!

É Natal!

Bem-vindo seja entre nós, menino Jesus, unigênito da filha de Sion: um anjo na humildade de um súdito, um súdito na majestade de um Rei.

Cantem, dancem, batam palmas, empreendam louvores e oblações ao Messias, ao cordeiro de Deus.

É Natal!

Data magna da cristandade. A magia do amor invade os corações venturosos, o mundo se confraterniza alegremente, exalta-se o nascimento de Jesus, O Salvador.

É Natal!

O espírito natalino deve estar em mim, em você, em todos de crença e fé inabaláveis. Dos céus, Ele veia à terra, não por Si, mas por nós, e não com o destino de evoluir pela materialidade, mas sim pela espiritualidade, e não apenas para ter uma nova vida no mundo, mas efetivamente para o mundo ter uma vida nova: para dar-nos a vida Ele deu-se à morte!

É Natal!

Harpas, banjos, clarins, eis os anjos do Senhor nas alturas, sinfonia divinal, celebrando com os homens na terra, vozes uníssonas, no mesmo tom:

 “Hoje é Natal, parabéns menino Jesus!”

Que o amor, tolerância, compreensão estejam entre nós, humanos, irmanados pela fé divina e crença num futuro de entrelaçamento dos inquebráveis laços da paz!

“e ela (Maria) deu à luz o seu primogênito. Envolveu-o em panos e o colocou numa manjedoura, porque não havia lugar para eles na hospedaria.” (Lucas 2:7)

Inácio Dantas

Do livro “Preces e Louvores a Deus” - www.agbook.com.br