domingo, 18 de setembro de 2016

Primavera... Tempo de flores, tempo de amores... Doze “dicas”!



Primavera... Tempo de flores, tempo de amores... Doze “dicas”!
1-Plantemos o amor, todos os dias, como a boa semente que se planta nos campos. Assim, breve, árvores do bem brotarão frondosas e não haverá espaço para as ervas daninhas das maledicências!
2-Achar que a vida não provem do amor, é como achar que crianças nascem da explosão de um banco de esperma...
3-Fortaleça, sempre, com carinho e ternura o vínculo que os une. Quando o amor no peito da sua amada está em dúvida, o amor no seu peito corre perigo...
4-Se, para saborear o mel é preciso destruir a colmeia, para provar o amor é preciso destruir o ódio!
5-Não existe fórmula mágica para encontrar a ‘alma gêmea’. Pode-se vasculhar o mundo e, de repente, todo o tempo ela esteve ao seu lado. Deixe acontecer naturalmente, afinal não somos nós que as procuramos, mas elas quem se procuram por nós!
6-Quantas vezes abrimos os olhos para procurar pequenos amores e ficamos cegos para o grande amor que está a olhar-nos!
7-Desilusão no amor? Enfrente-a de frente. Na luta pela reconquista deixe o coração usar todas as armas: armas da conciliação, da brandura, do diálogo, da entrega total...
8-Respeitar o que disciplina o amor é uma premissa para que se alcance a paz. Quando o homem quebra as leis do amor é o mundo que corre perigo!
9-Quando você abre o coração para conquistar alguém que vai segui-lo na longa jornada da vida, os deuses do amor conspiram ao seu favor!
10-A alma que não viveu o amor, e o corpo que não sentiu o fogo da paixão, nunca vai entender qual é a fundamental essência da vida!
11-Odiar é, talvez, o último refúgio para quem não é capaz de amar!
12-Ainda que a alma esteja na escuridão da tristeza, devemos tentar sorrir. A luz do sorriso é tão intensa que, ao brilhar é capaz de permitir encontrar no céu a mais longínqua estrela!
Prof. Inácio Dantas

quinta-feira, 8 de setembro de 2016

Boa opinião: semeie essa ideia, ela pode salvar o seu dia!


Boa opinião: semeie essa ideia, ela pode salvar o seu dia!
1.Opinião é como a alma, cada um tem a sua...
A opinião é uma marca registrada, uma visão ou juízo das coisas que reflete a personalidade e distingue uma pessoa da outra. Por isso, é imperioso opinar sobre o que se vê ou conhece, fatos que se domina de cátedra. Avalie que, a depender da opinião, expressá-la pode ou não melhorar seu relacionamento – e o seu dia.
Tenha opinião própria sobre as coisas. Desenvolva-a, refine-a, embase-a em fatos reais, não em simples conjecturas ou adivinhações. Não a copie de outrem para não ficar refém de ideal alheio, bem como não a decline na dúvida ou incerteza. Que ela tenha corpo, pé e cabeça, e ao dizê-la, que sua voz exteriorize temas que produzam reflexões na mente de quem o ouve.
A boa opinião deve ser fruto de estudos, conhecimentos ou experiências vividas. Deve estar chancelada com carimbo do bem servir o próximo. Por isso, ao opinar sobre algo, faça-o de forma construtiva e positivista. 
O cérebro é a fonte do pensar. E, qual poderoso chip biológico, armazena bilhões de pensamentos intraparedes cranianas. Todavia, basta um único pensamento que gere uma boa opinião, que solucione um problema, que agregue e construa, pode guindá-lo a novos e altos patamares e a viver dias majestosos.
>> 
2.Quer colher dias felizes? Você é o semeador!
O mundo, na sua vasta extensão, é terra fértil pronta a receber a semente. Caridade, indulgência, piedade, generosidade, paz, amor, temor a Deus, essas são as sementes. Sementes de felicidade, puríssima, in-natura, as melhores, mais deleitosas e mais festivas. O clima – vento, sol, chuva - está sempre propício ao bom semeador. E você o é. O fruto da colheita? Dias, meses, anos e décadas de vida calma e próspera.
Semeie a semente, regue-a, veja-a florescer. Assim, os campos floridos que verá de si mesmo amanhã será o resultado das ações de hoje.
Para que você se veja abraçado por amigos e familiares brindando a felicidade, saboreando o vinho das safras das conquistas, terá de ter plantado as uvas em solo fecundo e as regado no tempo certo, generosamente.
Se, ao contrário, você se omitiu e deixou secar as flores e as ervas daninhas infestarem o vinhal, seu lagar fatalmente será escasso ou até, quem sabe, inexistente.
Para que você veja o colorido dos pomares da vida, e esteja com o futuro garantido, não há tempo para vacilos, postergando o semear para depois. As boas ações lhe propiciarão lagares ricos e abastados. A hora é agora. Há campos amplos e clima propício esperando para receber a boa semente. Mova-se, não tolha sua decisão. Deixar o sol brilhar, o vento soprar, a chuva das oportunidades cair e não aproveitar pode atrasar a colheita e, amanhã, contrariamente, sua visão dos pomares será em preto-e-branco. Pense nisso!
Prof. Inácio Dantas
(do livro ebook “Semeando Dias Felizes” – www.amazon.com.br


domingo, 4 de setembro de 2016

Um amanhã dourado, esperança que se renova!


Um amanhã dourado, esperança que se renova!

Fim de expediente... O que você não conseguiu hoje, prepare-se para conseguir amanhã. Mentalize esse desejo e envida esforços para esse fim, eis que a escuridão da noite sempre encobre-a a claridão de um novo dia. Sua força do desejo, aliada à sua força do trabalho, serão o gerador da moeda das suas conquistas.
Há sempre um novo amanhã a renovar na vida de todos nós. O dia apaga suas luzes, a noite descerra o seu véu e não tarda um dia novinho renasce... E a cada renascer o mundo se reveste de novas cores - e a luta continua. Quem não tem seus dissabores e lágrimas nos enfrentamentos pela subsistência? 
É assim comigo, com você, com todos nós,. É o lado de trás da luz, a sombra, que projeta-se indissociável. Logo, se o seu dia não foi o que esperava, se os projetos falharam, se os lucros não retornaram como planejado, se as despesas foram maiores que as receitas, não desanime, não entregue os pontos. Pense que você sobrepõe felicidade sobre felicidade a cada vitória que consegue sobre si mesmo.
Um amanhã dourado? Persista nesse objetivo. Não derrube o rei do seu tabuleiro de xadrez antes da derrota. Monte estratégias, use o raciocínio. Muna-se de todas as táticas e recursos contra as adversidades. Mova, nas casas certas, seus peões, bispos, torres e avance rumo à vitória. O jogo é como a vida. Não desista antes do último lance adversário: enquanto o relógio da existência fizer as horas, a esperança se renova.
Um amanhã dourado, sim, é possível. Ele está lá, prestes a surgir. E ao surgir abra os braços, dê um sorriso de alegria, faça um movimento final e aplique um cheque-mate: a esperança está a esperá-lo!
Reflexão:
A esperança é um renovar eterno da vida, qual o sol na sua carruagem de ouro percorrendo o páramo, movendo sóis, estrelas e planetas, produzindo os dias, renovando os signos.
Prof. Inácio Dantas
(extraído do livro “Semeando dias felizes” – www.amazon.com.br


domingo, 21 de agosto de 2016

Olimpíada, tempo de congraçamento universal das amizades!




Olimpíada, tempo de congraçamento universal das amizades!

1-Modelar uma pessoa estranha e fazê-la um amigo é um ato majestoso. Modelar um amigo e fazê-lo a pessoa amada é um ato divinal!
2-O diálogo é um botão que regula o nível de entendimento entre as pessoas. Assim, uma parte das nossas inimizades é por não sabermos falar; a outra parte por não sabermos ouvir.
3-Qualquer força externa, por mais violenta que seja, sucumbe quando a sociedade é uma união entre amigos!
4-Uma das vantagens de ter grandes amigos é que, enquanto uma parte nos leva à vitória, a outra parte nos livra da derrota.
5-O homem, para ser grandioso, precisa da força dos pequenos amigos, assim como o mar, que para ser grandioso precisa das águas dos pequenos rios!
6-Não meça esforços para ajudar, hoje, um amigo necessitado. Amanhã, quem sabe, ao necessitar ele não medirá esforços para ajudá-lo!
7-O homem, que em harmonia circula entre amigos numa comunidade, é como o sol que, harmoniosamente, circula no espaço sem jamais colidir com os astros.
8-Tenha no seu ciclo de amizades pessoas que o elevem ética e moralmente. Conviver entre amigos que estudam, trabalham e respeitam o fará também um estudioso, trabalhador e respeitoso.
9-Quando dois amigos estão prestes a entrar em rota de colisão devem parar, acertar a direção e olhar a amizade pelo parabrisa, jamais pelo retrovisor!
10-Seja o unificador do entendimento com os amigos e o interlocutor da paz com os inimigos. Nesta vida, a força da amizade pode guindá-lo ao apogeu e “meia-força” das inimizades vergá-lo ao ocaso!
11-Polêmicas banais entre amigos devem ser apascentadas, e resolvidas, com o senso da amistosidade. Sejamos, portanto, adultos para o diálogo, crianças para o entendimento!
12-A ideia de que os amigos não o compreendem, e se afastaram, pode ser um equívoco. Quem sabe não seja você que deles se afastou por não se fazer compreender?
13-Você é recebido com alegria e boas-vindas, do mais simples ao mais recatado lugar, quando abre o coração, não economiza sorrisos, é amigo de todo mundo e todo mundo é seu amigo.
Inácio Dantas
(extraído do livro “Construindo Laços de Amizade”

domingo, 14 de agosto de 2016

Ser feliz, sua maior vitória na vida!


Ser feliz, sua maior vitória na vida!

1.Não espere ganhar na loteria para ser feliz.

Acreditar que depende de acertar na megassena é postergar sua chance de felicidade.
Você deve viver o instante, ser feliz agora. Esperar enriquecer é pretender “comprar” a felicidade.
Olhe para dentro do seu “eu”: Sua felicidade está aí consigo, oculta sob a poeira da impercepção. Abrace essa riqueza. “Limpe-a”, faça-a ficar polida, bela, reluzente.
Qualquer pertence que tenha pode ser o bastante para fazê-lo feliz. Sonhar um dia encontrar “o baú da sorte” pode ser um pesadelo; e esse dia pode nunca acontecer.
Ouse ser feliz com o que possui,  pense nisso!
E lembre-se que ser um felizardo das fortunas fáceis pode, tanto lhe trazer a tão sonhada felicidade, como pode levá-la para sempre!

>> 

2.Vida simples: Segredo para ser feliz!

Muitas vezes as pessoas pobres possuem uma riqueza interior extraída do seio das dificuldades.
Os dissabores que elas enfrentam no dia a dia são, na verdade, molas propulsoras de suas vitórias pessoais.
Elas podem ser pobres materialmente, mas são afortunadamente ricas no espírito. Podem não compreender grandes sábios, mas compreendem que está na felicidade a grande sabedoria.
São pessoas que garimpam o rico minério da simplicidade e encontram na paz interior a pedra-mais-preciosa da vida.
A inveja, ganância, opulência não fazem parte de suas bíblias.
Suas bíblias apregoam, isto sim, um coração solidário, uma vida despojada da luxúria e desprendida de toda pompa da matéria!

Prof. Inácio Dantas

Do livro “Novas Lições de Sabedoria” - 

domingo, 24 de julho de 2016

Insights e Internet: sua vida “conectado”...


1.Insight: você ainda vai ter um.
Nos momentos de ócio, quando você está semidesperto e em semirrepouso, é quando o cérebro flana em brancas nuvens, tranquilo, os pensamentos se alinham, a verve desperta e os insights borbulham. Aí, as inspirações brotam prolíficas como sementes em terra fértil. É quando tomam formas um novo poema, música, obra de arte, a solução de um problema intrincado, a criação de um produto ou serviço inédito, um projeto para aquisição de um carro novo, um apartamento, o acalentar de um sonho de uma conquista amorosa...
Quando os insights vêm, têm de ser, no ato, capturados e registrados. Se viáveis, devem receber refinamento, melhoria na forma, no design, no conteúdo... Insight é como onda no mar, tem energia, forma, cor, poder, beleza... E, assim como as ondas, vêm e vão sem deixar sinais e jamais têm dois iguais, como uma dupla impressão ou xérox.
Permita seu cérebro trabalhar a seu favor. Isso não é ser exigente consigo mesmo. Cérebro descansado é um manancial de boas novas, capaz de insights que o farão admirar-se do próprio cabedal, de ideários que você tem e estão camuflados nas infinitas prateleiras no sótão da mente.
Antecipe-se aos insights que estão na “moda”, pululando aí afora, os quais você pode ser o escultor que lhes darão forma e vida. Não deixe para outro o sucesso que pode ser seu.
Liderar o próprio sucesso é uma empreitada laboriosa, demorada, difícil, mas que ao final lhe propicia ganhos excepcionais e dias maravilhosos. Ou, talvez, você vai encaixotar as ideias e deixá-las para sempre empoeirando no sótão do crânio?
>> 
Na Internet da sua vida real, o networking deve ser de trezentos e sessenta graus, interligado com todas as redes sociais, blogs, webpages, etc. Sua ´caixa de e-mails´ deve conter todos os relacionamentos que influam nos seus negócios e na sua vida. Você jamais deve navegar à margem das notícias, fatos e acontecimentos. O oceano da ´grande rede´ é amplo, largo, e pode levá-lo e trazê-lo em segurança aos quatro cantos do planeta. Para isso, mantenha-se on-line fazendo downloads e captando conhecimento e tecnologias atuais.
Seu cérebro, entenda sua mente, é a primeira fonte de armazenamento dessas informações. Não faça exclusivamente do Google a busca das respostas para tudo que quer saber. Lembre-se, a leitura de livros ainda é e será o melhor exercitador da mente humana, imprescindível para (re)abastecer e (re)dinamizar o que vai dentro da esfera craniana. Por conseguinte, a melhor webpage que existe é a webcérebro. Você pode acessá-la off-line, sem conexões externas. Ela está ´no ar´ em tempo integral. Fácil, rápida, custo-zero e não precisa nem se mover do lugar. Calcula-se que a mente humana possa armazenar bilhões de informações no seu ´disco-rígido´, as quais podem ser acessadas instantaneamente ao simples toque no mouse do pensamento. Todavia, há uma ressalva: para beneficiar-se dessa gama de informações você deverá abastecê-la com boas leituras, bons sons e boas imagens.
Jamais permute o arquivo cerebral pelo arquivo virtual da Net. Então, mantenha-se linkado ininterruptamente a sua webcérebro. Já pensou, de repente você precisa de uma informação imediata e vital e a conexão do seu computador “caiu”...?
Prof. Inácio Dantas

(do livro  ebook “Você, Líder do seu Sucesso” – www.amazon.com.br)

domingo, 17 de julho de 2016

Uma boa profissão, um bom emprego: objetivo de vida perfeito!


Uma boa profissão, um bom emprego: objetivo de vida perfeito!
  
Profissão, um sonho, uma vida.

Não é a notoriedade da profissão que, essencialmente, dá felicidade ao homem, mas a ideologia e o prazer em exercê-la.
Há pessoas plenamente felizes em profissões simples e até exóticas e desconhecidas. O sonho de fazer o que fazem é o determinante, e não a pompa dos títulos. Quantas profissões, com títulos pomposos, têm em seus executores pessoas frustradas?
O objetivo de exercer uma profissão, tenha a relevância e a complexidade que tiver, é o eixo central para alguém se sentir completo consigo mesmo.
Aquele que, desde a adolescência, tem um projeto de vida definido no campo profissional – e se esmera para construí-lo -, é como ter mãos ocultas a orientar seus desígnios.
Não queira, pois, fugir do que está arraigado em seus genes. Há um talento que nasce em cada um de nós, aflora e somos compelidos a executá-lo. Aceite e deixe-se levar. Estude, treine, aprimore-se, seja um exímio profissional. Aceite a tese que “você é o que nasceu para ser”. Destarte, não atrase seu progresso; no tempo certo, seja qual for o seu sonho profissional, abrace-o e simplesmente seja o melhor!

>> 

Um bom emprego, um sonho factível.

É digno de aplausos e elogios aquele que, dentre tantos sonhos de abastanças e glórias, acalenta dentro de si o sonho mais elementar que norteia a constituição dos povos: o trabalho.
Trabalhar é uma atividade honorável, é produzir bens, movimentar riquezas, ser útil aos outros e a si mesmo.
 No entanto, nesse mundo de descompassos entre oferta e demanda de mão-de-obra, milhares de postulantes não realizam esse sonho dourado e vivem a perambular nos corredores do desemprego.
Siga seu trajeto, renove o sonho a cada dia!
Não abdique de buscar um bom ou até um ótimo emprego e de tentar subir a íngreme escada social com o seu desprendimento intelectual e a laboriosidade das mãos.
Muitas portas irão se fechar, outras tantas irão se abrir. Assim será o acesso ao seu posto, como um elevador, onde muitos saem para muitos poderem entrar. A disputa é acirrada, mas necessária. Desistir é ceder a vaga para outro.
Mesmo diante das adversidades, dos sucessivos “nãos”, mantenha o pensamento firme e confie no seu potencial. Um bom emprego – bom salário, estabilidade, autoaperfeiçoamento – é, sim, um sonho factível, e de repente pode estar mais perto do que você sonha.

Prof. Inácio Dantas

sábado, 2 de julho de 2016

Comunicação: bons gestos e boas palavras fazem a diferença.



Comunicação: bons gestos e boas palavras fazem a diferença.
Uma piada de mau gosto, um gesto insociável, uma frase mal formulada, podem ferir suscetibilidades e despertar reações de desaprovo. É reativo, instantâneo. A mente age negativamente quando o olhar vê o reprovável ou a audição capta frases indesejadas. Às vezes fazemos o impensado, ou o que dizemos, no trajeto da boca aos ouvidos alheios, toma um caminho no ar e acaba surtindo efeito diferente do desejado...
Você, no entanto, ao se expressar está imbuído de bons propósitos, de querer ser receptivo, agradável, brincalhão. Para o outro, ao contrário, sua fala e movimentos não passam de ironia, e daí aflorar respostas abruptas é um passo.
Ao perceber um ato-falho, desculpe-se. Cesse de imediato o mal entendido. Explique-se, corrija-se e não deixe se alongar o assunto. Faça-o compreender que foi uma questão de semântica, e não foi bem o que você disse o que ele ouviu...
A comunicação é a base das boas relações interpovos. Não há entendimento coeso quando a mensagem é falsa, dúbia, incerta, ininteligível. Há que ter o rótulo da unidade, da verdade, da clareza. Por isso, concatene as ideias: pense antes de agir ou falar e não aja nem fale antes de pensar. Evite palavras chulas quando o assunto é vital e não fale rebuscado em momentos de descontração.
Seja através da voz, da expressão corporal, ou da cinestesia, bem se comunicar tem como efeito o entendimento, a equanimidade de conceitos, a união de pessoas heterogêneas, e, enfim, a unicidade de ideais, a construção de projetos e a edificação do sucesso.

Ao falar, com a boca ou o corpo, comunique-se em altonível, não o faça jogando palavras desconexas, qual folhas secas ao vento que se perdem sem destino. Fale firme, com conteúdo, princípio, meio, fim. Ao comunicar-se, faça das palavras ouro na sua boca quando fala e pérolas nos ouvidos de quem o ouve!
Prof. Inácio Dantas
(extraído do livro do autor (ebook), “Você, líder do seu sucesso”. Confiram em www.amazon.com.br


domingo, 26 de junho de 2016

Boa diplomacia, disciplina: você no topo do mundo!


Boa diplomacia, recurso para solucionar qualquer problema.
Quantas pessoas você viu resolver seus problemas usando a truculência verbal, a força bruta? Por certo nenhuma. Na verdade, em vez de resolver um problema acaba-se criando outro...
Tentar resolver problemas a pulso é retroceder à era das cavernas. A força dos músculos ou das palavras deve ser usada para acalmar, não para enervar. A boa diplomacia já é capaz de resolver litígios de qualquer ordem, em qualquer tempo. Ninguém deve renunciar à tentativa de, diplomaticamente, resolver suas querelas. 
As relações humanas, desde os primórdios tempos, é uma história escrita com letras alternadas de diplomacia e guerras. Ressalve-se que somente as páginas grafadas com a boa diplomacia são as que ficam nas enciclopédias humanas como exemplos para construir uma sociedade pacífica e evoluída.
Mãos domadas para atitudes prudentes, cautela, ponderação, seriedade, voz mansa, esses são alguns itens conceituais da agenda do homem contemporâneo. Nada de brutalidade, insolências, ameaças ou inconveniências. Estar centrado no eixo da democracia é ter condições para resolver o litígio que for. Esteios seguros são os que estão fincados a prumo.
Use sempre a diplomacia nas suas divergências. Não abdique de tentar equacionar as diferenças e semear dias felizes.
A boa diplomacia é uma fração de duas partes iguais. Embora ambos possam ter razão, ou um ter mais razão que o outro, ao olharem na mesma direção veem todos os lados da questão. E, sem conflitar, dialogam, ponderam e entendem-se buscando o quociente comum: o do “cada qual perde um pouco e ambos ganham um pouco”, e o do viver em paz com as suas razões, um respeitando o outro e o outro pelo um sendo respeitado.
>> 
Disciplina: vencendo as barreiras das dificultades...
As barreiras das dificuldades que se erguem no nosso caminho dia a dia devem ser vistas como provações naturais da vida. E realmente são. Elas existem e aparecem até para quem julga não deveria existir nem aparecer... O fato é que todos nós estamos suscetíveis, não há ninguém intocável, isento ou imune.
Basta nascer e viver e lá vêm as dificuldades a erguer barreiras na nossa caminhada... Para enfrentá-las, e vencê-las, temos de otimizar as ações, ter nervos desarmados, sermos pacienciosos e mirarmos o resultado com foco calibrado, numa disciplina hermética, coesa, irretocável. Assim, com a disciplina em alto nível, manipulamos a alquimia das riquezas, transformando sonhos em coisas, palavras em livros, grãos de areia em pérolas, tsunamis em calmarias...
Para vencer a barreira das dificuldades e seguir rumo a dais perfeitos, alguns códigos morais devem fazer parte da disciplina: Honestidade, ética, estudom trabalho, caráter, honra.
As escrituras disciplinam o honorável e o pecado; as constituições humanas disciplinam o certo e o errado, as relações humanas disciplinam o bem e o mal. Cada qual tem livre-arbítrio para decidir, mas decisões erradas são barreiras que erguemos contra nós mesmos.
Ao fazermos uma reflexão e colocarmos esses códigos morais em prática, o padrão de vida ascende a um estágio superior. A honestidade, a ética e o estudo alavancam o trabalho e o caráter reveste a honra.
Assim como o rio que segue o curso traçado e, ao final, recebe o imenso abraço do mar, o homem disciplinado segue o curso das leis e, ao final, recebe o afetuoso abraço da sociedade.
Prof. Inácio Dantas

Trecho do livro (ebook) “Semeando dias Felizes” – www.amazon.com.br

quarta-feira, 18 de maio de 2016

Professor, os alunos devem saber que...


Professor, os alunos devem saber que...
(Você, professor, e seus alunos)
 1-...Que, não raro, preparar uma aula demora mais tempo que o tempo da própria aula...
2-...Que seus bons conselhos em sala são espelhos translúcidos da sua boa conduta de vida!
3-...Que você, para múltiplas aulas não se fixa num único livro, mas em múltiplos livros para uma única aula...
4-...Que, quando lhe perguntarem nos corredores da escola se “você trabalha ou só dá aula...”, bem... você sabe o que responder...
5-...Que o seu saber deve compartilhá-lo integralmente. (Mestre, não carregue na mente o peso do ensinamento que não ensinou!)
6-...Que, com a talhadeira do estudo e a marreta do saber, as rochas das dificuldades transformam-se em poeira de desafios!
7-...Que, pior que o relaxo nos cadernos, ausência nas aulas e a falta de estudo não é o zero no boletim da escola, e sim no boletim da vida!
8-...Que após a fase estudantil vem a fase laboral. Porém, se o aluno não sair dos livros às pesquisas, como teorizar a prática se não praticou a teoria...?
9-...Que o mercado de trabalho “filtra” o bom profissional. Logo, ou estuda e faz do diploma um “mero detalhe”, ou o diploma faz um “mero detalhe” o estudante...
10-...Que, ante perguntas para ‘testá-lo”, suas respostas devem ser firmes, claras, precisas, objetivas, sublinhadas, em negrito, com parágrafos, pontos, vírgulas, exclamação...
Prof. Inácio Dantas
Extraído do livro (Ebook)do Autor "Ser Professor. Pequena bíblia do Professor"
adquira no portal www.amazon.com.br
*Inácio Dantas é Economista, Contabilista, Escritor (34 livros editados, sendo 4 no México em espanhol), Professor universitário de Ciências Sociais Aplicadas, Colunista semanal em 20 jornais no Brasil.

segunda-feira, 16 de maio de 2016

Professor, uma boa aula é...


Professor, uma boa aula é...
(Professor e alunos)
1-...É, não aquela que você fala muito sobre tudo, mas a que você fala pouco, o necessário, e ao final ouve em uníssono “entendi”!
2-...É aquela que, quando você fala a sala fica em silêncio para ouvi-lo e faz-se um ribombar de vozes quando há debates e atividades em grupo.
3-...É quando há dedicação, paixão, amor. Se as palavras na sua boca saírem do seu coração, sem dúvida pelos ouvidos deles chegarão ao coração!
4-...É não lecionar amargurado, coração duro, pensando na hora de sair antes mesmo de entrar... Boa aula? Vá tranquilo, mente leve, corpo solto e com Deus a inspirá-lo!
5-...É aquela que você “não repete conteúdo que já deu”, nem dá “matéria pela metade”. Boa aula é aquela que você vê “nuvem de giz no ar” e “sente escorrer suor da mente”...
6-...É quando os alunos não “brincam” em sala e a atenção é total. Melhor ainda quando há perguntas oportunas e propositivas que enriquecem e abrilhantam a exposição do tema.
7-...É quando a sala, todos os dias, está cheia e os alunos interessados e participativos. Sala vazia recorrentemente, alunos desinteressados e abstraídos, pode ser sintoma de aulas ruins...
8-...É quando você “domina a matéria”, quando ela é a “sua praia”, quando o tema flui com facilidade e desenvoltura. Ao final, alunos vêm lhe parabenizar, porque você não deu uma aula, mas a aula.
9-...É quando usa bons livros, boas apostilas, data-show, computador, Internet... A ideia que “uma imagem vale mais que mil palavras”, combinada com “mil números e mil palavras” produz uma retenção de saber fantástica.
10-...É quando promove atividade em sala (trabalhos, exercícios, gincanas, etc.) com pontuação para a nota bimestral (que é uma ótima estratégia). Que não seja pela “atividade”, e sim pela “pontuação” (ou ambas as coisas), inequivocamente resulta em excelentíssimas aulas.
Prof. Inácio Dantas
Extraído do livro (Ebook)do Autor "Ser Professor. Pequena bíblia do Professor"
adquira no portal www.amazon.com.br
*Inácio Dantas é Economista, Contabilista, Escritor (34 livros editados, sendo 4 no México em espanhol), Professor universitário de Ciências Sociais Aplicadas, Colunista semanal em 20 jornais no Brasil.

domingo, 17 de abril de 2016

Duas sugestões para liderar seu sucesso!


Duas sugestões para liderar seu sucesso!

1.Esforço, licitude: argamassa que constrói com solidez o sucesso.
Esforce-se. Centre forças nos empreendimentos e avance para frente, para o alto. Ou você já viu alguém receber medalha de campeão sem coragem, estudo, esforço e suor? O galardão é dado àqueles que se destacam, seja pelo desprendimento físico ou intelectual. Paralelamente, atenha-se ao que é lícito e afaste-se do que é contra a lei.
Olhemos o exemplo dos abnegados competidores olímpicos que se desdobram, não desistem, não reclamam do cansaço e sobrepujam os próprios limites. Eles têm muito a nos ensinar em termos de êxitos com energias próprias, em sobressair-se em meio a desafios e vencer disputas acirradas. E os grandes vitoriosos são os que lutam com as armas da lisura, respeito às regras e competição leal.
Muitos tijolos, tempo e “calos nas mãos” para erguer o portentoso monumento do sucesso: assim é o solar dos vitoriosos. Porém, derrubar tudo ao chão, num instante, basta um pequeno ato ilegal.
Não são poucos aqueles que juntam fortunas ilicitamente, ganham fama, notoriedade e destaque social e, julgando-se inatacáveis, transformam-se em pequenos deuses... Ledo engano! Poderosos na ilicitude, mundo afora, foram e são defenestrados dos cetros e do poder.
Por isso, para uma vida de sucesso e deleites, há que, paralelo às lutas e esforços, ter conduta ímpar, dar a “César o que é de César” e dar a si mesmo tudo que com esforço e honestidade for capaz de conquistar!
>> 
2.Tranquilidade nos atos, calma interior: relacionamento rentável e em altonível.
Tranquilidade, calma, objetivos delineados e comprometimento: tenha um enfoque centrado nesses vetores, porque eles são o segredo para um ambiente harmônico e feedbacks em altonível.
Reflita: para que correrias, negociações de afogadilho, aumentar bens e ativos a qualquer preço sob o risco de enganos e infelicidades?
Vá com calma, em ritmo compatível com o desprendimento das forças e do investimento de si - o retorno é reflexo da boa combinação dessas variantes. Não se esqueça, você é uma máquina humana, tem limites físicos e pode exaurir-se. Logo, fazer uso da tranquilidade, trabalhar com serenidade e dar-se o máximo para coisas importantes é o que importa.
Crie um ambiente tranquilo no seu entorno. Quando estamos em bom astral irradiamos fluídos que são captados pelos interlocutores, gerando sinergia harmoniosa. É de boa estratégia ter amigos, companheiros, aliados, e portas franqueadas, pois assim cria-se uma rede relacional propícia ao fomentar de bons e lucrativos negócios.
Mantenha-se centrado, objetivos na ´alça de mira´ para realizar o que estabeleceu para si como projeto de vida. Use a inteligência, tempo e energia produtiva para gerar coisas que lhe darão riquezas e satisfação íntima. Priorize qualidade, não quantidade. E lembre-se que nem sempre volume de posses é sinônimo de felicidade. Articule bons planos e opere tranquilo, navegando em ondas calmas, vento a favor, rumo a horizontes rentabilíssimos.

Prof. Inácio Dantas

Extraído do livro do Autor (Ebook) “Você, Líder do seu Sucesso!”. Adquira em www.amazon.com.br

quarta-feira, 6 de abril de 2016

Habilidades do líder:


Habilidades do líder:


1-Um líder que a vida inteira estudou e vive o fracasso, que livros leu que falam de liderança e sucesso...?
2-Tratar todos os liderados igualmente, com a régua da ética na mesma medida e o prumo moral alinhado numa só retidão.
3-Ter mente aberta para ouvir argumentos e retórica para contra-argumentar. Aceitar o pré-ponto e fazer o contraponto é um dos trunfos do líder.
4-Imbuir na mente dos liderados que, quando honestamente lutamos pelo sucesso, inconscientemente damos luvas para outros lutarem também!
5-Mãos cheias de energia, mente que prospecta insights inéditos: as dificuldades se dissipam ante as mãos que laboram e a mente que não tem preguiça de pensar.
6-Capacitar os “pupilos” e aperfeiçoar os “veteranos”. Bem prepará-los para a profissão, mas também bem prepará-los para vida é a essência da filosofia “líder”.
7-Orientar os liderados que lutar contra os incrédulos e a desconfiança é a mais amarga das batalhas, mas vencer pela competência e a capacidade é a mais doce das vitórias!
8-Catequizar os parceiros que a nossa cabeça é um celeiro de boas e más ideias. Por isso, eles devem conviver sempre com bons pensamentos, porque quando estiverem sós eles serão seus companheiros!
9-Ser inovador. Inovar é a capacidade de renovar, introduzir novidades ou de transformar o que existe em novo. A inovação permite melhoria da coisa, desperta interesse social, traz retorno financeiro e impulsiona empreendimentos.
10-Encontrar o ouro do sucesso? Prepare-se, aprenda, esforce-se. Não há como encontrar ouro numa mina sem cavar fundo e procurá-lo. Difícil, mas não impossível. Estar preparado, aprender sobre o que se quer explorar e esforçar-se com abnegação é, de repente, encontrar um grande filão!
Prof. Inácio Dantas
Extraído do livro “Ser Líder. Pequena bíblia do Líder” do Autor. - Adquira-o no portal www.amazon.com.br
*Inácio Dantas é Economista, Contabilista, Escritor (34 livros editados, sendo 4 no México em espanhol), Professor universitário de Ciências Sociais Aplicadas, Colunista semanal em 20 jornais no Brasil.