domingo, 12 de março de 2017

Coerência, harmonia, preparo: O sucesso, em breve ao seu alcance.


    Coerência: harmonia e coesão entre o “ser”, o “dizer” e o “fazer”.

Na nossa vida, uma lição básica e elementar, tanto para as relações cotidianas quanto para as corporativas diz respeito à coerência. Coerência é a “ligação, conexão ou nexo entre os fatos ou as ideias”.
É desagradável termos à frente pessoas que dizem uma coisa agora e num momento seguinte, ao se referir ao mesmo tema, dizem outra completamente diferente... A incoerência gera desconfiança e enfraquece qualquer tese verídica, pois lança dúvidas entre a verdade e a mentira, o real e a ficção.
Que credibilidade transmite aquele que não prima pela coerência, mormente se exerce posto de chefia? Imagine expressar uma ordem de serviço de um jeito e quando em execução desdizer de outra forma diferente...
Ciente disso, mantenha coesão e coerência nos seus conceitos e avaliações, no seu comportamento social, nas suas inter-relações profissionais. Atente para evitar cair em contradição. Se expuser ideias ou exarar ordens por engano, recue com um pedido de desculpas e refaça-as. Não seja indiferente, dizendo que não disse o que disse... Se dez pessoas diferentes lhe fizerem a mesma perguntar, as dez vezes dê a mesma resposta. Ser coerente elevará seu status moral, o respeito, caráter e facilitará a interlocução com os demais, abrindo sorrisos e estendendo o tapete do bom trânsito nos corredores da empresa e da sociedade.
Há que mudar, mas um mudar radical, sair do estágio de incoerências, de desarmonias, travado com as cunhas da incoesão. E, assim, construir um novo currículo, primoroso, uma personalidade larga e um relacionamento bonançoso e feliz.


Prepare-se para desempenhar um papel de destaque nos negócios e se destacar.


Quantas vezes você já se questionou “o que falta em mim para ter um título emérito, estar entre empreendedores pujantes, conquistar a tão almejada vitória?”. Se você é proativo, determinado e está fora do jogo, no banco de reservas, é hora de dar-se um “up” geral, entrar no time principal e participar do campeonato ativamente.
Ninguém é melhor do que ninguém em tudo. Alguns são bons numa função, outros em outra função. Isso vem da formação basilar de cada qual. Logo, dimensione e direcione seu saber. Afira seu lado “fraco” e fortaleça-o. As escolas, academias, cursos de especializações, inclusive “on-line” pela Internet estão à sua disposição. E, afinal, sua inclinação para preparar-se deve motivar suas vontades. Portanto, ser o construtor das suas metas e o piloto do seu futuro é apenas uma questão de querer.
Conhecimento das novas tecnologias, bom diálogo, expressão facial simpática, atitudes em sintonia com a modernidade, eis alguns quesitos do plano tático vencedor. Nada de estar fora do clima, destoar dos “figurões”, das “cabeças pensantes”, aquelas que decidem e são epicentros dos fatos. Há que participar, ser um agente modificador e não um coadjuvante silencioso.
Prepare-se, pois você será chamado à ação. Grandes ou pequenos, os desafios que vierem você resolve com a sua proficiência, amealha ganhos, cresce no conceito geral e se realiza. A demanda por craques está em alta. Mova-se, entre no time de ases e dê o pontapé inicial rumo ao título de campeão.
Para destacar-se, projetar-se local e mundialmente, ser eleito o líder, e não um líder, há que ser “ótimo”, e não apenas “bom” no que faz. Antes, porém, é vital bem preparar-se para os desafios, pois com preparo vencer é “uma” dificuldade, e sem preparo é “a” dificuldade...
Prof. Inácio Dantas